Pequenas Empresas, Grandes Negócios, Sites Profissionais

Esse post é para você que tem uma PEQUENA EMPRESA, ainda não tem um site, mas está cheio de dúvidas sobre o assunto.

A internet é um meio de comunicação capaz de atingir bilhões de pessoas em todo o planeta. No Brasil, o número de usuários já ultrapassa 50% da população, incluindo todas as classes sociais e econômicas.

Esse post foi publicado em Página Comunicação.

  • Hoje, 54% dos internautas pertencem à classe C, ante 36% de A e B, de acordo com pesquisa do instituto Data Popular feita a pedido do Google com 1.500 usuários.
  • Há ao menos 120 milhões de brasileiros conectados, de acordo com o levantamento mais recente do instituto Nielsen Ibope, de julho de 2014 (o número leva em conta acessos frequentes e esporádicos). O Brasil tinha, no mesmo mês, 202,8 milhões de habitantes, segundo o IBGE.
  • A mudança no perfil do internauta está relacionada às redes sociais aos smartphones, que estimulam a conexão.

Fonte Folha de São Paulo – 2015.

Pequenas Empresas
Sites Profissionais
Grandes Negócios

sites-para-empresas

Uma das principais formas, e com melhor custo/benefício, de uma empresa divulgar seus produtos ou serviços para esse grande público é construindo o próprio site. Nele, serão apresentados a empresa, os produtos e ou serviços, promoções, mapa de localização, tira dúvidas, etc. Um dado importante é que 94% dos internautas pesquisam sobre produtos e serviços antes de comprar. Se a sua empresa ou o seu produto não estiver presente na internet, há uma boa chance de o seu cliente (ou o potencial cliente) comprar de seu concorrente.

1 – O QUE É UM SITE

Um website ou site, também aportuguesado para saite ou sítio (“da Web” ou “da Internet”), é um conjunto de páginas web (virtuais), acessíveis geralmente pelo protocolo HTTP na internet. O conjunto de todos os sites públicos existentes compõe a World Wide Web. Em resumo, é um local na Internet onde estão reunidas informações sobre determinado tema, uma pessoa, uma empresa, etc., podendo ser acessado por qualquer usuário no mundo que conheça seu endereço ou através dos buscadores.

A internet não tem fronteiras geográficas, ou seja, por meio de um site empresarial, você pode conquistar clientes de qualquer lugar do planeta (em qualquer idioma). Os computadores estão ficando cada vez mais acessíveis e as redes de conexão chegando a cidadezinhas do interior. Seu website fará sua empresa chegar lá também.

2 – A IMPORTÂNCIA DE UM SITE EMPRESARIAL

Uma empresa que possui um site é uma empresa que existe de fato na internet. Atualmente, o brasileiro fica mais tempo na internet, em termos mundiais (são 150 minutos de Internet contra 113 de Televisão por dia). Computadores já são mais vendidos que televisores.

ATENÇÃO!

A internet é uma das mais poderosas ferramentas comerciais, oferecendo a possibilidade de um relacionamento personalizado com o seu cliente e foco dirigido no seu nicho de mercado. Investir no mundo virtual é indiscutivelmente mais barato que as mídias tradicionais como tv, rádio e impressos. Sem contar que você pode ter controle absoluto sobre o seu investimento através das métricas de acessos.

site-empresarial

3 – CONEXÃO COM A INTERNET

Não tem como você ter um site ou acessar a Internet sem uma conexão.

INTERNET CONVENCIONAL – BANDA LARGA

Essa internet chega para todas as residências e empresas (das grandes e médias cidades) via cabeamento telefônico geralmente. A velocidade desse tipo de internet varia de 1Mbps a 50Mbps, dependendo da disponibilidade da operadora e da região, porém, a taxa de download e upload é bem mais baixa e, segundo a Anatel, a empresa precisa enviar o mínimo de 30% da velocidade contratada, só que sabemos que a realidade não é essa e muitas vezes não recebemos nem 10% da velocidade contratada. Em dias de chuva, assim como todos os tipos de internet, a conexão piora bastante por haverem barreiras entre as antenas, atrapalhando a passagem de sinal.

VIA RÁDIO

A internet via rádio é toda feita por antenas. Muita gente acha que por ser apenas via rádio a internet cai o tempo todo, porém, isso acontecia anos atrás quando pessoas não preparadas trabalhavam com isso. Hoje em dia é importante que você pesquise uma empresa com frequência própria e um bom suporte para que você não tenha surpresas ruins com a mesma. É comum que as empresas que trabalham com esse tipo de rede sejam menores e atendam algumas cidades próximas ou regiões. Pelo que pesquisei, os planos residências variam de 1MB a 5MB, porém, possuem planos empresariais feitos especialmente para atender este outro tipo de demanda.

VIA FIBRA ÓTICA

Esse tipo de internet é todo feito com cabos de fibra ótica que possibilitam uma maior velocidade no envio de dados sem perca de sinal e qualidade. O único defeito dessa opção é o custo de instalação, afinal, toda tecnologia nova possui um preço mais elevado e é por isso que ela ainda não é utilizada por grandes operadoras para atender a maioria dos clientes. Então se você está pensando em contratar uma empresa de Fibra Ótica, precisará pesquisar bem e ver se está disponível na sua região.

site-para-empresas

4 – DICAS PARA O SITE EMPRESARIAL

www.nomedaempresa.com.br

O seu endereço na internet se chama domínio. Você precisará escolher um domínio e registrar no site Registro.br (www.registro.br), que é o órgão responsável por regulamentar os endereços da internet no Brasil. Você pode fazer o registro de domínio por meio de um dos vários prestadores deste serviço no Brasil e no exterior.

Se for possível, escolha um domínio que utilize o nome da empresa (www.nomedaempresa.com.br), pois isso facilitará a localização pelos clientes. Se este endereço não estiver disponível, seja criativo e escolha algo que seja bastante próximo.

Opte por registrar um domínio fácil de escrever (curto e simples), pois quando o endereço eletrônico é complicado, o internauta pode digitar errado.

A HOSPEDAGEM DO SEU SITE

Para que as pessoas possam ver o seu site empresarial é preciso hospedá-lo em um local chamado servidor. Existem várias empresas que fazem este serviço de hospedagem de site. Os servidores mantêm o site armazenado por um pagamento de mensalidade.
Imagine um servidor como um prédio em que cada apartamento hospeda o site de uma empresa/pessoa. Para armazenar seu site neste prédio, você precisa pagar aluguel pelo espaço. O proprietário dos apartamentos é chamado de host (ou aquele que hospeda), e o aluguel geralmente é chamado de taxa de hospedagem.

ATENÇÃO!

Muitas empresas oferecem a contratação do domínio junto com a hospedagem. Se você fizer essa opção, poderá simplificar as coisas, tendo um intermediário a menos para lidar.

CONSTRUIR O PRÓPRIO SITE

Existem diversos serviços online que auxiliam, de forma gratuita ou paga, a criação de um site. Qualquer pessoa poderá usar esses construtores de sites disponíveis na internet desde que tenha o mínimo de conhecimento. Com a ajuda deles, será mais fácil dar uma aparência profissional para um website, pois as ferramentas para criação e edição das páginas ficam em um painel de administração onde você poderá montar as páginas, adicionar e editar os textos, incluir imagens etc.

ATENÇÃO!

Alguns editores de sites oferecem uma versão gratuita, geralmente muito limitada além exigirem que você faça propagandas de outros clientes ou serviços. Nós da Página Comunicação não indicamos esses serviços. Se não houver outra opção, procure por WWW.WORDPRESS.COM

marketing-de-conteudo-para-empresas

5 – CONTEÚDO RELEVANTE

É preciso determinar algumas prioridades sobre o conteúdo do site. Existem cinco pontos fundamentais que devem estar presentes na página da empresa na internet:

1. Coloque o mais importante na primeira página (homepage)

Informações de contato básicas como telefone e e-mail são essenciais e devem estar na capa do site. Já sabemos que 74% dos clientes em potencial vão embora se precisarem de um novo clique para obter este tipo de informação.

2. Quem é a sua empresa

A página inicial do site (homepage) deve destacar o logotipo e o nome da empresa. Mais que isso, deve ter um subtítulo de identificação certeiro: “O único hotel com piscina em Pirapora” ou “Pão quentinho de hora em hora”, ou ainda, “A sua lotérica em Vergueiros”. Se você tem uma boa foto (da fachada interna, com clientes), coloque lá também. É essencial que a capa do site seja o suficiente para identificar a empresa, pois o internauta precisa saber rapidamente com quem está tratando.

3. O que a sua empresa faz

A página inicial também deve responder bem rápido ao que o cliente em potencial está procurando. Então, a homepage deve dar informações suficientes sobre qual é a especialidade da empresa. Não é preciso detalhar, pois isso você poderá fazer no interior do site. Responda onde e como você atende, que fabricantes você representa e outras informações que forem extremamente diferenciais no seu negócio em relação à concorrência.

4. Onde e como o cliente pode encontrar sua empresa

O cliente potencial quer saber como encontrar a empresa, fazer algumas perguntas e eventualmente pedir um orçamento. Por isso, deixe claro onde é o seu estabelecimento físico, qual é o telefone de contato, em que horários funciona e qual o e-mail para solicitar cotações.

5. Use seus casos de sucesso (com foto!)

Muitas de suas vendas terão como referência as opiniões de outros clientes disponibilizadas no site. Por isso, apresente os “casos de sucesso”, com depoimentos espontâneos e com foto. Um website sem foto de gente não tem graça nenhuma.

site-para-pequenas-empresas

6 – MEDINDO OS ACESSOS DO SEU SITE

Quer saber quais partes do seu site são mais visitadas? Quais dias ele tem mais acesso?

De qual lugar do planeta está vindo potenciais clientes? Existem serviços disponveis na internet que permitem identificar quantas pessoas entraram no site, quais as páginas que elas mais olharam, quanto tempo elas ficaram nele, qual a localização geográfica do visitante e, até mesmo, a forma como chegou até o site (se veio por meio de links de outros sites, de um mecanismo de busca ou diretamente pelo endereço).

Uma das melhores opções é o Google Analytics. Trata-se de uma solução de análise da internet de cunho empresarial que fornece, sem custo algum, uma ótima visibilidade do tráfego e da eficiência do marketing em websites. Além de realizar todas as funções citadas, mede, por exemplo, o número de acessos em um site em determinado período e analisa o site como um todo ou páginas específicas.

Não é preciso ser um programador de internet para inserir o Analytics no site. O serviço vai gerar gráficos muito fáceis de entender. Esses gráficos mostrarão todas as informações classificadas por períodos diários, semanais, mensais e anuais, permitindo descobrir quais os pontos fortes e fracos do website.

7 – CONTRATE UM PROFISSIONAL

A maioria das ferramentas disponíveis para a construção de sites é muito intuitiva e simples de trabalhar. Mesmo assim, se você tiver dificuldade, busque a ajuda de um profissional. Não deixe isso por conta daquele sobrinho ou cunhado “que sabe tudo de internet”. É essencial que o cartão de visitas virtual seja criado e mantido com todo o profissionalismo possível.

Gostou das orientações de “Pequenas Empresas, Sites Profissionais, Grandes Negócios”? Precisa de mais ajuda? Acesse o Página Comunicação.

sergio evangelista

Sérgio Evangelista | Consultor Digital
www.facebook.com/sergiorevangelista
www.paginacomunicacao.com.br

Roteiro Uberlândia

O Roteiro Uberlândia tem como objetivo ser uma ferramenta gratuita para quem busca lazer, diversão e informações sobre a cidade de Uberlândia-Minas Gerais. Colabore, envie seu artigo ou notícia para contato@roteirouberlandia.com.br.

Sem comentários.

Sua opinião é muito importante:

Seu e-mail não será divulgado.

Você pode usar tags e atributos HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>