Viajar em Grupo – 5 dicas de lugares incríveis para conhecer

 

Viajar em Grupo – 5 dicas de lugares incríveis para conhecer. Época em que a tecnologia parece estar em toda parte e que amigos, profissão e diversas relações se estabelecem pelo mundo virtual, o que define, exatamente, viajar?

Talvez o melhor conceito seja que fazer uma viagem significa buscar na fonte um conhecimento exclusivo. Por mais que 1 bilhão de viajantes tenham passado pelo lugar que você está, experimentado os mesmos pratos e passeado pelos espaços mais populares, que se transformaram nos seus favoritos, é o seu olhar, senti- mento, percepção que vai tornar aquele local diferente.

Conhecer pessoas, conversar, saber como vivem, descobrir bons lugares, além da sensação da liberdade e prazer são os maiores descritivos para o bom viajante. O melhor é que com a imensidão do nosso planeta, o que não faltam são excelentes lugares para você descobrir porque viajar faz bem para a alma.

Sinta-se à vontade para modificar a rota, acrescentar lugares, viajar mais longe. A viagem e o prazer são seus. Mas, não demore muito, comece os preparativos, enriqueça a sua alma. Uma longa caminhada começa sempre com o primeiro passo.

Viajar em Grupo – 5 dicas de lugares incríveis para conhecer

Não são poucas as opções para quem viaja em grupo. Talvez, o maior desafio seja fazer com que todas as pessoas escolham um destino comum.

O melhor desses roteiros é a possibilidade de fazer diversas atividades tanto em pequenos grupos como até mesmo para um número maior de pessoas. Eis as nossas indicações:

1 – Macchu Picchu, Peru

Viajar em Grupo para Macchu Picchu, Peru.
Viajar em Grupo para Macchu Picchu, Peru.

Esse é um dos locais de maior preservação da cultura inca em todo o mundo.

Tombado pela Unesco, esse sítio arqueológico é considerado uma das maiores descobertas do século 20 e possui construções que permitem vislumbrar como vivia e se organizava esse povo.

É um local simplesmente extraordinário e integra as sete maravilhas do mundo moderno.

Porque é ótimo para grupos:

Pode-se chegar a Macchu Picchu de diversas formas, mas a preferida dos grupos é a trilha inca a pé.

São 112 quilômetros do ponto de partida, a cidade de Cusco, e quatro dias de caminhada. É espetacular dividir com os amigos a paisagem deslumbrante, que inclui inúmeras montanhas, com altitude aproximada de 4 mil metros acima do nível do mar.

O melhor momento para se fazer essa viagem é entre abril e outubro, época da estação seca. Por ser uma região tropical, o governo do país exige a Certificação Internacional de Vacinação ou profilaxia contra a febre amarela.

2 – Florianópolis, Santa Catarina

viajar em grupo para florianopolis santa catarina
viajar em grupo para florianopolis santa catarina

Para o grupo de amigos que adora baladas, gastronomia interessante e muita gente bonita, Florianópolis é o lugar ideal.

Localizada no sul do país, essa cidade tem lugares famosos como a praia de Jurerê, sofisticada ou cheia de glamour, ou a de Joaquina, para quem adora surfar.

É um local quem tem inúmeras possibilidades com espaços históricos, lagoas maravilhosas e uma cidade com inúmeras possibilidades.

Porque é ótimo para grupos

Esse local reúne possibilidades para quem adora praticar esportes aquáticos, mas também para quem gosta de trilhas junto à natureza.

É um lugar de encontro, em que será possível conhecer pessoas de diferentes partes do país e também de outras partes do mundo.

Para quem gosta de muita gente, a melhor época para conhecer Florianópolis é no verão ou em eventos como réveillon ou carnaval.

Já para quem procura uma cidade mais calma, a baixa temporada é ideal para ver toda a beleza da cidade, mas é bom lembra-se que é quase impossível pensar em sol ou longos banhos de mar, já que a região no inverno é muito fria.

3 – Amsterdã, Holanda

Viajar em grupo para Amsterdã, Holanda.
Viajar em grupo para Amsterdã, Holanda.

Imagine um lugar ao mesmo tempo cosmopolita, mas que guarda mui- to da sua história.

Amsterdã é assim, cheia de museus, nada menos do que 165 canais, praças cheias de possibilidades, além do famoso Red Light District, bairro em que a prostituição é legalizada e que se tornou um dos roteiros turísticos obrigatórios para quem passa pela cidade.

O cosmopolitismo fica por conta do tom libertário e das ótimas opções da noite

Porque é ótimo para grupos

Local em que há inúmeras opções de atividades para se fazer em grupo, desde simpáticos passeios de bicicletas pela cidade, que é repleta de ciclovias, até degustar cervejas nos diversos pubs.

A melhor época para conhecer Amsterdã é no verão ou início da primavera.

4 – Las Vegas, Estados Unidos

Viajar em grupo para Las Vegas, Estados Unidos.
Viajar em grupo para Las Vegas, Estados Unidos.

Considerada uma das cidades mais divertidas do mundo, Las Vegas tem cassinos, shows, casamentos relâmpagos, e os melhores restaurantes, baladas, bares.

É um lugar de pura diversão, em que o exagero parece ser a melhor palavra – imagine um grande parque de diversões em que você pode encontrar Veneza, Paris ou o Egito em uma mesma cidade.

Sem contar nos shows de imitadores do cantor Elvis Presley, que se tornaram também sinônimo de Vegas.

Porque é ótimo para grupo

Imagine um local em que você pode se divertir muito com os seus amigos.

Além do entretenimento nos maiores cassinos do mundo, é possível fazer um road trip nos arredores do deserto de Atacama.

Como não poderia deixar de ser, Vegas é uma cidade de extremos e se prepare para enfrentar isso em qualquer época escolhida para sua viagem.

No calor, as temperaturas são altas e no inverno, podem ser negativas. Escolha o outono.

5 – Morro de São Paulo, Bahia

Viajar em grupo para Morro de São Paulo, Bahia.
Viajar em grupo para Morro de São Paulo, Bahia.

Essa viagem é para um grupo que adora paisagens deslumbrantes, muito sol e um local em que é possível fazer mergulhos, esportes radicais, aproveitar as piscinas naturais e ter a sorte da aparição de golfinhos, que são visitantes costumeiros do local.

Porque é ótimo para grupo

A diversidade e beleza de Morro de São Paulo fazem desse local um ótimo ponto de encontro de amigos.

É possível curtir as melhores praias durante o dia e à noite aproveitar a agitação da cidade. É um lugar em que se podem conhecer pessoas de diversas partes do país e do mundo.

Não existe melhor época, todas as estações são ótimas para quem procura a beleza e a badalação de Morro de São Paulo.


Viagens internacionais: o que não pode faltar


Nada melhor do que viajar antes do tempo, na preparação dos detalhes de roteiros, de como fazer a viagem, aproveitar bastante o tempo de férias ou feriado prolongado. Porém, em uma viagem internacional, a logística tem de ser muito bem preparada para evitar contratempos em terras estrangeiras. Aqui, damos algumas dicas para quem vai via- jar para outros países.

• Fique de olho no seu passaporte – alguns países exigem que esse documento tenha validade de até seis meses a partir da data da viagem;

• Visto – há muitos países que não exigem visto, mas se você quer viajar para algum em que essa seja a regra, é bom ficar bem atento. Em alguns consulados é preciso marcar com meses de antecedência para conseguir a autorização;

• Para viagens internacionais, o viajante deve chegar com pelo menos três horas de antecedência no aeroporto;

• Uma boa dica é levar consigo o endereço e telefone do consulado e embaixada do Brasil no país a ser visitado. Caso haja qualquer emergência, você terá esses contatos em mãos.

• É fundamental fazer um seguro de saúde para qualquer viagem internacional. Em alguns locais, ficar doente pode significar, tam- bém, gastar muito mais do que o previsto. A saúde é caríssima

em muitos países;

• Se você toma qualquer tipo de remédio que exija receita é bom conversar com o seu médico para que ele te supra com o medicamento durante o período em que estiver fora. Aliás, é sempre bom levar uma mini farmácia, com remédios para dores de cabeça e problemas gastrointestinais. Nem sempre é fácil comprar medicamentos no exterior;

• Em alguns locais, são exigidos alguns tipos de vacina. Sempre
pesquise para ver se essa é uma exigência do país a ser visitado;

• Dica de ouro: ao chegar à recepção do hotel, pegue um cartão com o endereço. Como você estará em um local que não conhece, é comum se perder em algum ponto. Com o cartão, tudo ficará mais fácil.

• Com o IOF, qualquer produto comprado com cartão de crédito terá um custo muito mais alto. Leve dinheiro ou cartão pré-pago, que pode ser carregado antes da viagem ao exterior ou até mesmo quando estiver fora do país.

• Se vai para um destino em que há uma diferença muito grande de fuso horário com o país de origem, cuidado com o jet lag. Além de alterações do sono, outros sintomas comuns são dores de cabeça, fadiga, falta de concentração e também irritabilidade. Para amenizar esses males, tente acompanhar o horário local para que as sensações passem mais rapidamente.

• Gafes – tente ler sobre a cultura do povo do país a ser visitado antes de sair do Brasil. Isso porque você pode cometer gafes que demonstram indelicadeza ou até mesmo que são contra a lei.

• Para ficar completamente prevenido caso haja um contratempo como a perda do passaporte, leve cópias de alguns documentos como carteira de identidade, certidão de nascimento ou título de eleitor, para tirar um passaporte de urgência;

• Fique atento para sua rota de viagem. Mesmo com pesar no coração, cancele seu passeio caso haja possibilidades de rebeliões ou guerras. É melhor investir em outro roteiro do que enfrentar uma região conturbada, em que você pode enfrentar dias difíceis.

• Idioma: você não precisa, necessariamente, falar bem o idioma do país de origem. Mas, pelo menos tente aprender o básico para ser simpático. Nossa dica é comprar um dicionário de bolso.

• Sempre esteja aberto a novas culturas, então, experimente. Gastronomia, andar sozinho, perguntar, ser simpático com as pessoas. Viajar é não só conhecimento, mas também troca. Sempre que possível estabeleça relações, tente puxar conversa, troque um sorriso. Grandes amizades começam dessa forma.


Como preparar sua mala: roupas essenciais para cada estação


Com que roupa eu vou? A pergunta é sempre a maior dúvida do viajante, que não sabe exatamente o que levar e, não são poucas as vezes, que sempre falta uma ou outra peça fundamental. Aqui, ensinamos como preparar a sua mala.

Verão

Para quem está de viagem marcada para praias ou lugares com muito sol, biquínis, sungas, roupas leves, shorts, bermudas, camisetas, bonés, óculos de sol, protetor solar, chinelos, sandálias confortáveis são itens fundamentais.

Mas, é preciso ficar atento para a noite. Se for um lugar mais sofisticado, vale a pena levar peças mais arrumadas do seu guarda-roupa para ir a restaurantes e baladas, sem passar qualquer tipo de constrangimento.

Inverno

É sempre bom olhar qual a temperatura do local a ser visitado.

Se for abaixo de zero, terá que investir em roupas como casacos mais pesados, cachecóis, protetores de orelha, muitos pares de meia (de acordo com os dias de estadia), tênis impermeável, botas, blusas de lã, pantufas, blusas térmicas, meia-calça, calças, vestidos mais pesados.

Aventura

Se você pretende acampar ou não tem exatamente um local certo de hospedagem, sua mala deve contar com um saco de dormir, capa de chuva, sandálias no estilo papete, botas especiais para caminhadas.

É preciso também levar roupas práticas como camisetas, blusas de manga curta ou comprida, casacos para frio e no estilo corta vento, além de calças e cangas. E não se esqueça dos itens de higiene pessoal.

Crianças

A lógica é a mesma do adulto. Se estiver um tempo mais quente, bermudas, vestidos, camisetas, saias, shorts e sandálias, tênis e sapatos confortáveis são os itens imprescindíveis.

Já se o assunto for o frio, peças de lã, pijamas bem quentinhos, luvas e meias de algodão não podem faltar na mala.

Negócios

Tudo vai depender do tempo de estadia. Se o tempo for mais longo e no cronograma vários eventos mais formais, leve pelo menos dois ternos diferentes, três camisas sociais, meias pretas e gravatas de cores neutras.


Organizando as memórias: como guardar suas imagens das viagens


Agora que você chegou de viagem, as boas lembranças ficarão não só na memória, mas também nas inúmeras imagens que você fez dos locais mais interessantes. Que tal organizar todas as fotos?

• Organize suas fotos. Vale a pena perder um tempinho para colocar a identificação de locais, o período da viagem e até fazer um comentário no arquivo sobre o que você mais gostou;

• Se a foto ficou muito ruim, não tenha dó e nem piedade, descarte
logo as tremidas ou que estão sem foco;

• Se os amigos cobrarem um bom papo sobre sua viagem, vale a pena mostrar as imagens. Organize um evento simpático em casa e mostre algumas fotografias de locais que você considerou imperdíveis. Mas, cuidado, é bom não exagerar no tempo de exposição das fotos;

• Muita gente aproveita para postar as fotos nas redes sociais. O conselho é também não exagerar nessas postagens. E vale, ao mostrar as imagens de sua viagem, tirar o foco de você e colocar no povo, cultura e eventos curiosos do seu destino;

• São centenas de fotos? Nossa dica é organizar por lugar. Assim, você poderá fazer outras seleções a partir dessas, criando álbuns especiais e guardando sua viagem sem o perigo de daqui a alguns anos não saber nada daquela imagem.

 

Leia também Bahia é o destino turístico preferido dos brasileiros.

Roteiro Uberlândia

O Roteiro Uberlândia tem como objetivo ser uma ferramenta gratuita para quem busca lazer, diversão e informações sobre a cidade de Uberlândia-Minas Gerais. Colabore, envie seu artigo ou notícia para contato@roteirouberlandia.com.br.

Sem comentários.

Sua opinião é muito importante:

Seu e-mail não será divulgado.

Você pode usar tags e atributos HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>